Mercado Digital

Os 5 passos para começar um e-commerce

Ter um negócio online está se tornando uma estratégia cada vez mais promissora. Mesmo em meio à crise financeira que assolou o país em 2016, o comércio eletrônico registrou um crescimento de 8,2% em relação a 2015. Foram mais de R$ 3 bilhões em vendas a mais.

Esses são números bastante significativos e que só comprovam como ter um e-commerce pode ser extremamente lucrativo. Afinal de contas, qualquer pessoa no mundo pode ter acesso ao seu produto ou serviço e fazer a compra.

Diante disso, certamente você está ainda mais empolgado para começar um e-commerce hoje mesmo. Bem, para ajudá-lo, listarei aqui algumas boas dicas para transformar esse desejo em realidade.

1. Tenha um planejamento

Assim como acontece em um negócio físico, abrir um e-commerce precisa de um planejamento minucioso. Todas as variáveis devem ser listadas e analisadas.

Por exemplo, você comprará um site pronto de uma empresa, pagando apenas pela hospedagem ou contratará um profissional para fazer um site específico para o seu negócio (mais recomendado)? Qual será a forma de pagamento? Como será feita a gestão de relacionamento com os clientes?

Todos esses fatores e outros inerentes ao seu negócio devem estar presentes nesse planejamento. Se puder contratar um profissional para isso, é ainda melhor.

Está gostando deste artigo?Receba novidades em primeira mão no seu e-mail. 🤩
Obrigado!😍🙌🏻 Vamos te deixar por dentro das princiapais tendências.

2. Determine qual o tipo de e-commerce

Você vende produtos? Então, provavelmente, a melhor opção para o seu negócio é uma loja virtual. Por meio dela as pessoas podem fazer compras a qualquer hora do dia ou da noite e receber em casa os produtos.

No caso de serviços, é interessante que, no site, tenha uma lista dos serviços que a sua empresa oferece, uma forma de enviar a proposta para o cliente e, é claro, um local para fazer o contato direto com a sua empresa.

3. Pense em um método de pagamento seguro

Em um e-commerce, o comprador não vê rostos, não está dentro de uma loja física sendo atendido por uma pessoa. Ele está interagindo apenas com uma máquina e um software e isso pode trazer uma certa insegurança, especialmente na hora de realizar a compra de um item.

Portanto, é muito importante pensar em uma empresa de confiança para oferecer ao seu cliente o serviço de pagamento. Atualmente, muitas pessoas começam utilizando os links do PagSeguro e outros como o Mercado Pago que já são bastante conhecidos pelo público e oferecem maior credibilidade.

Está gostando deste artigo?Conte para a nossa equpe! ❤️
Obrigado!😍🙌🏻 Nosso time ficará muito feliz com seu like!
Obrigado pelo feedback!Vamos nos empenhar em melhorar nosso conteúdo!

4. Organize a logística

Essa dica vai especialmente para aqueles que vendem produtos. É muito importante que a logística seja bem estabelecida, especialmente quando o assunto é estoque.

Quando um cliente desejar fazer uma compra, o produto precisa estar disponível. Pense também na forma de entrega. Será pelos correios, uma transportadora terceirizada ou um transporte próprio? Tente garantir ao máximo a satisfação do cliente.

5. Encontre uma empresa para fazer o seu site

Um bom site precisa ter diversas características como rapidez, layout compatível com a marca da empresa, foco no cliente, ser responsivo (se adaptar aos mais diversos formatos de tela) e, é claro, deve facilitar o contato com a sua empresa.

São características muito importantes para aumentar a receita do seu negócio. Elas são essenciais, principalmente, em datas de grande volume de compras como a Black Friday. O seu site deve estar preparado para a alta demanda desse momento.

Procurando uma empresa que ofereça para você um e-commerce de qualidade? Então, entre em contato conosco e faça agora o seu orçamento!

Gostou do artigo? Compartilhe este conhecimento com seus contatos!
Compartilhe no whatsapp
Compartilhe no Linkedin